Spaguettoni al burro

 

Quem és tu?…

 

Ouvi algures, uma coisa muito interessante, sobre o verdadeiro eu.
Alguém dizia que o que somos na realidade é a soma de 3 “eus” diferentes, calma não se assustem, que eu passo a explicar: 

O eu, que pensamos ser (ou seja, a ideia que temos de quem somos)
O eu, que os outros pensam que nós somos (a ideia que os outros tem de nós)
E o eu, que na realidade somos.(ninguém sabe)

Podemos ir agora mesmo  para a rua com um bloco e uma caneta e parar as pessoas que nos conhecem e perguntar:
-O que pensa de mim?…

Não, não ia resultar, a menos que fosse um caso raro, ninguém teria a coragem de dizer o que realmente pensa. Quanto muito arranhavam ligeiramente, apontando um ou outro senão.
Se nos disserem: – Tu as vezes és um bocadinho ríspido. A mensagem real é que pensam que és uma bruta.
Nunca iremos verdadeiramente saber quem somos, somos um estranho que julga que se conhece.

Spaguettoni al burro

 

    • Esparguete fresco.
    • Cogumelos.
    • Bacon.
    • 3 Colheres de sopa, de azeite.
    • 1 Colher de sopa, de manteiga.
    • Salsa seca.
    • Orégãos.
    • 1 malagueta (quem gostar)
    • 2 Colheres de sopa, de vinho do Porto.
    • Meio pacote de natas.
    • 1 Chávena de café, de leite.
    • Queijo mozarella.
    • Meia cebola picada.
    • 1 Dente de alho picado.
    • Oregãos em folha. 

 

Numa frigideira grande refogue o alho e a cebola, depois coloque os cogumelos e o bacon e a malagueta. Deixe cozinhar. Deite a salsa e o vinho do Porto, deixe apurar.
Coza o esparguete com bastante água com sal e um fio de azeite, seguindo o tempo de cozedura da embalagem. Depois de cozida, escorra e envolva a manteiga na massa. Reserve. De volta à frigideira deite o leite e as natas e o queijo deixe derreter o queijo nas natas e junte a massa, envolva e deite os orégãos por cima.

RECOMENDADO*****

 

Sirva com um sorriso, bom apetite!