O stress pré Natal.

Faltam apenas 6 dias para dia 24. Começa a contagem decrescente. As pessoas correm rua acima, rua abaixo, correm porque está frio. Correm, porque querem comprar rapidamente, as últimas prendas que lhes falta na sua lista.

 

A paciência começa a esgotar-se. 

O marido de uma senhora de cabelo avermelhado, já farto de correrias diz: 

-Então… mas agora vais  entrar aí, para fazer o quê?… 

a mulher responde:

 

Temos que comprar uma prenda para a Gertrudes. 

-Não te esqueças que foi ela, que ficou com a tartaruga, quando fomos para a terra.

 

-Gertrudes?… tartaruga?… Tu queres é gastar dinheiro! 

-Olha dá a tartaruga à Gertrudes, pode ser que assim fique mais barato!

 

Os carros fazem filas num corrupio assombroso, quase que aposto que vão para o Centro comercial.Compram tudo, desde faqueiros para oferecer ao bebé que ainda nem sequer tem dentes. Até electrodomésticos que ninguém sabe bem para o que servem… Não tenho nada contra as compras de Natal, na verdade adoro ir as compras…mas com tempo. Estamos todos a postos para celebrar o Natal, queremos ter uma noite perfeita na companhia dos que gostamos queremos partilhar o amor e os sorrisos.

 

Vamos viver o Natal, como? Sentindo o espírito de Natal e partilhando-o. Se vires uma pessoa de idade cheia de sacos pesados dá-lhe uma ajuda, isso é o espírito de Natal. Com um bocado de sorte, pode ser que essa pessoa de idade cheia de sacos seja nada mais, nada menos que o Pai Natal.

 

Feliz Natal! 

 

As crónicas da Ana

 

.