Bruschetta de sardinha

Bruschetta de sardinha. Bruscetta é o nome que se dá a um antepasto de origem italiana, composto por pão, que é torrado numa grelha com azeite e depois esfregado com alho. Trata-se pois de um petisco que é servido antes da refeição, pode ser preparado com algumas variedades de pão e feito com variada combinações. Por norma o pão usado é o pão tradicional.

A bruscetta é uma receita já com bastantes anos mas que continua a ser preferida nos dias de hoje, como sendo uma das entradas mais apeteciveis na Europa. Aqui em Portugal como temos a cultura das sardinhas e em época de Santos Populares a nossa sugestão que trazemos hoje só podia ser esta a receita de hoje é Bruschetta de sardinha.

Receita de Bruschetta de sardinha

Ingredientes:

Para 4 pessoas

3 pimentos vermelhos limpos de sementes e cortados em tiras.

4 sardinhas assadas nas brasas.

4 fatias de pão de mafra

Sal e pimenta q.b

3 colheres de sopa de azeitonas cortadas em pedaços.

2 colheres de sopa de contros frescos (use salsa se não gostar de coentros)

2 dentes de alho picados.

Azeite.

Preparação:

Numa frigideira coloque um fio de azeite , o alho picado e os coentros e refogue as tiras de pimento até estas ficarem macias, depois apague o lume e reserve.

Pincele as fatias de pão de Mafra com azeite e torre-as. Esfregue com dente de alho nas fatias de pão depois de estarem torradas e reserve.

Coloque sobre as fatias de pão torradas os pimentos que refogou anteriormente com os coentros e alho. Acrescente por cima uma sardinha assada, por cima de cada fatia de pão.

Polvilhe com coentros frescos e com os pedaços de azeitonas.

Regue com um fio de azeite e sirva logo de seguida.

Tão bom!

A treze temos Santo Antonio

A vinte e quatro São João

A vinte e nove São Pedro

E recebemo-los com emoção!

Sirva com um grande sorriso! Bom apetite.

Galeria de imagens de Bruchetta de sardinha:

Outras receitas dedicadas aos Santos Populares, não perca as

Receitas para os Santos Populares

Espero que tenha gostado! Um abraço e bons cozinhados!

Ana Pinheiro

Deixe uma resposta